cidadania

Sr. Djalma Castelo Branco, Saudações   Escrevo essa carta, mas não repare os senões, para dizer o que penso sobre o texto publicado aqui, domingo passado. Nele, você se expõe, exibe as credenciais e aparece nuzinho. Nu e cru. Por isso, publiquei-o na íntegra também no m...

Detalhes

. A coluna onde comento o último debate entre os candidatos a prefeito será publicada amanhã, segunda-feira. Hoje, democraticamente, cedo o espaço ao Caboco Tranca-Rua, Djalma Castelo Branco, que enviou um texto ao Diário do Amazonas, solicitando o direito de resposta....

Detalhes

.Escrevo de Goiânia, onde vim dar uma palestra num curso de pós-graduação. Daqui, acesso minha correspondência na internet, em busca de assunto. Um leitor protesta contra a mudança dos nomes das ruas de Manaus “que homenageiam figuras desprezíveis”. Outro reclama que o...

Detalhes

. Rio de Janeiro, 18 de fevereiro de 2001 Excelentíssimo Sr. Prefeito da Cidade de Manaus, Alfredo Pereira Nascimento Quando serviu o Exército, Vossa Excelência era conhecido como cabo Pereira. O cabo deu baixa, mas anos depois, durante a campanha para prefeito, a colun...

Detalhes

.Hic culum cotiae sibilare, ou em bom português, é aqui que o fiofó da cotia assovia Anônimo, sabedoria popular Uma bomba explodiu sobre Manaus, abrindo uma cratera no centro da cidade e uma ferida no coração dos amazonenses. Poucas pessoas perceberam a dimensão dos e...

Detalhes

O velho, como era seu hábito diário, caminhava em ritmo acelerado pelas alamedas do Campo de São Bento - uma área de 40.000 metros quadrados que ocupa um quarteirão inteiro do bairro de Icaraí, em Niterói. De repente, parou debaixo da mangueira, se abaixou e recolheu um...

Detalhes

Não lembro mais se era a Panair do Brasil ou o Lloyd Aéreo que mantinha, nos anos 50-60, um voo regular Manaus x Rio, que durava um dia inteiro. Só lembro que ficou conhecido como "o voo da fome", porque ao longo de todo o trajeto, não era servido sequer um mísero cafez...

Detalhes